Você provavelmente usou desodorante e protetor solar da forma errada durante toda a sua vida. Descubra qual é o jeito certo de aplicar esses produtos

Recentemente, um texto do site “Brasil Post” viralizou ao mostrar que estamos acostumados a usar desodorante ou antitranspirante da maneira errada. Provocativo, um dos trechos pergunta ao leitor: “quantas vezes você não teve de dar aquela reforçada no desodorante depois de uma caminhada? As ‘24h de proteção’ do rótulo não passam de cinco ou seis horas para você?”.
Em seguida, o site explica que o problema não está no produto, mas sim no modo de aplicar, logo após o banho, que não é o jeito mais eficaz de conseguir proteção. O melhor é usar o produto antes de dormir, permitindo que os ativos façam seu trabalho com as glândulas sudoríparas durante mais tempo. Assim, a umidade do corpo pode ficar retida por até 24 horas, mesmo que você tome banho. Usar logo após o banho, ao contrário, não permite bloquear todo o suor, arruinando rapidamente o efeito esperado.
Outro item de proteção que costumamos usar da maneira errada é o protetor solar. A começar pela quantidade. Para prevenir os efeitos nocivos do sol, é necessário aplicar, de uma vez, 40ml de produto (para uma pessoa que pese 70kg).
Para facilitar, tenha em mente que o rosto e o pescoço devem receber uma colher de chá de protetor. A parte da frente do tronco deve receber uma colher de sopa, assim como a parte de trás. Braços devem receber uma colher de sopa cada um e as pernas duas colheres de sopa cada uma, distribuindo o produto entre a parte da frente e de trás. Seguindo essas medidas, o ideal é que o protetor dure, no máximo, três finais de semana.
“Usando a quantidade correta de protetor solar você estará protegido com o FPS indicado na embalagem. Caso contrário, a proteção será diminuída”, explica a dermatologista Érica Monteiro ao site “Minha Vida”.
Além disso, cada tipo de protetor deve ser espalhado de um jeito diferente. Os produtos em creme pedem movimentos circulares. Já os produtos em gel devem ser aplicados em sentido único, sem fazer círculos, pois esse movimento pode fazer com que o protetor esfarele, comprometendo a cobertura. Quem usar protetor em spray não deve espalhar a substância, o que prejudica a cobertura e pode expor a pele a queimaduras. A recomendação é apenas borrifá-lo generosamente pelo corpo todo.
E não se esqueça: os protetores solares devem ser reaplicados de três em três horas no dia a dia e de duas em duas horas caso você trabalhe ao ar livre, esteja transpirando excessivamente ou esteja na praia ou na piscina. Nesse caso, o produto deve ser reaplicado assim que você sair da água.
Fontes: Brasil Post e Minha Vida

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.