Dia Nacional Do Combate À Hipertensão Arterial

No dia 26 de abril, diversas ações de esclarecimento sobre os sintomas, estatísticas e riscos da hipertensão arterial são realizadas em todo o país.

Mas a partir de quanto a pressão arterial pode ser considerada alta?
Considera-se pressão acima do normal quando ela é superior a 140 x 90 mmHg (14 x 9).


Alguns dados


A Hipertensão atinge cerca de 30% da população brasileira, chegando a 50% na população mais idosa e em torno de 5% nas crianças e adolescentes.
Normalmente, os sintomas são silenciosos e pode levar a graves complicações como Infarto Agudo do Miocárdio, Acidente Vascular Cerebral e Insuficiência Renal Terminal.
Segundo a Sociedade Brasileira de Hipertensão, cerca de 300.000 pessoas morreram devido a complicações da Hipertensão Arterial no ano de 2015.

A Hipertensão é uma doença multifatorial que envolve fatores genéticos e fatores externos como aumento de peso e hábitos de vida como sedentarismo, tabagismo e uso excessivo de sal e álcool.


Tratamento


Apesar de não haver cura definitiva para a Hipertensão Arterial, existe uma gama variada de medicamentos anti-hipertensivos que permitem um ótimo controle da pressão alta e previnem suas complicações, porém, a grande dificuldade é a adesão dos pacientes ao uso regular (diário) dos medicamentos, que chega somente a 30%.

E, para o controle ótimo da pressão alta, é fundamental que os pacientes hipertensos façam o uso de seus medicamentos continuamente.
Além disso, a prática de atividades físicas traz benefícios ao controle da pressão, independente de alterações no peso.


Para prevenir-se, lembre sempre de:


– Manter uma alimentação saudável;
– Evitar excesso de sal na dieta;
– Praticar exercícios físicos regularmente.

 

Fonte: Seguros Unimed

RELACIONADOS