Dia Mundial do Diabetes

Duas colheres de açúcar ou apenas uma? Pão integral ou de farinha branca? Um doce ou uma fruta? São escolhas do dia a dia, que reduzimos o risco de desenvolver o diabetes.
Há dois tipos de diabetes, a 1 e a 2. A do 1 surge na infância ou na adolescência. E tem como causa a incapacidade do pâncreas de fabricar a insulina, hormônio responsável por colocar a glicose dentro das células. E, no diabetes tipo 2, o açúcar tem dificuldade em entrar nas células e, com isso, o pâncreas é obrigado a produzir insulina em doses cada vez maiores.
Resultado: com o passar dos anos, o pâncreas para de funcionar por conta do excesso de trabalho.
O diabetes aumenta o risco de problemas cardiovasculares, dificulta a cicatrização, pode causar a perda da visão e, nos homens, a disfunção erétil.
A boa nova é que é possível mantê-la sob controle e, com isso, ter uma ótima qualidade de vida. Atualmente, existem tratamentos eficientes, como o uso da insulina, que ajudam a entrada do açúcar na célula e garantem que o organismo funcione em equilíbrio.
No entanto, o mais importante é evitar o desenvolvimento da doença. E para isso só existe um jeito: manter um estilo de vida saudável e moderar na alimentação. Vale evitar doces em excesso, optar pelos alimentos integrais e frutas, fugir das frituras e das guloseimas extremamente gordurosas, priorizar as fibras.
7 conselhos para quem tem diabetes

  • Nada de doces ou muitos carboidratos (massas, pães)
  • Dê preferência para legumes, verduras e alimentos integrais (arroz integral, massa integral)
  • Coma frutas com moderação, de duas a três porções por dia.
  • Evite os sucos. Prefira as frutas naturais.
  • Fique longe das gorduras. Opte pelas carnes magras e pelo leite desnatado.
  • Doces feitos com adoçantes artificiais são permitidos
  • Praticar uma atividade física é essencial: natação, caminhadas vigorosas, musculação.

Fique Ligado:
• O diabetes tipo 2 (90% dos casos) costuma surgir a partir dos 40 a 45 anos em quem é sedentário, está acima do peso, fuma, tem pressão alta e colesterol elevado.
• Crianças e jovens também podem desenvolver o diabetes tipo 2, principalmente quando têm excesso de peso.
• Mulheres que tiveram filhos com mais de 4 quilos ou apresentam diabetes gestacional tem maior risco de ter, no futuro, o tipo 2.

Como sei que tenho o problema?

Os principais sintomas são sede excessiva, vontade de urinar a todo instante e apetite voraz com perda de peso. Mas só um exame de sangue é capaz de confirmar o diabetes.

Você deve investir em…

• uma atividade física. Vale caminhar por 30 minutos todos os dias, andar de bicicleta, jogar bola com os amigos ou com os filhos.
• uma alimentação equilibrada. A gordura, acumulada principalmente no abdômen, prejudica o bom funcionamento da insulina.
• exames e consultas regulares. O exame de glicemia mede a quantidade de açúcar no sangue. É simples, rápido e pode salvar sua vida.

E hoje, 14 de novembro, é comemorado o
Dia Mundial do Diabetes. Diversas ações estão rolando nas redes sociais com o tem “SextAzul”. A Sociedade Brasileira de Diabetes disponibilizou o cartaz da campanha deste ano. Para isso, faça o download dos Cartazes do Dia Mundial do Diabetes no link abaixo:
Cartaz do Dia Mundial do Diabetes 2013 (17.7mb)
Aviso: A SBD informa que o cartaz pode ser usado sem custos por qualquer pessoa. Informações adicionais podem ser obtidas na sede da SBD, em São Paulo.
SextaAzul Diabetes
Confira essa e outras ações no site oficial da campanha www.diamundialdodiabetes.org.br/ ou no Facebook oficial www.facebook.com/diamundialdodiabetes
Diabetes Interna Corpo Materia

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.