Como incentivar as crianças a comerem mais verduras? Transforme tudo em "videogame"

Basta ter uma criança por perto na hora das refeições para ver que nem sempre é fácil fazer com que elas se alimentem corretamente. E não adianta falar, pois geralmente os argumentos dos adultos não são levados em conta.
Como lidar com a frustração?
Uma empresa argentina, a Wunderman, parece estar no caminho. Ela criou o Yumit, uma bandeja para refeições, com prato e talheres, que converte o que a criança come em energia virtual. Essa “força” pode ser usada pela criança para conseguir atualizações ou extras em jogos para celular.
“Falar sobre o Popeye e os benefícios do espinafre, ou sobre comer cenouras para melhorar a visão, não convence essa geração”, afirma Rodrigo Gorosterrazu, que trabalha na área de criação tecnológica na Wunderman.
A partir dessa premissa, o time começou a pensar em caminhos para engajar a criançada no momento das refeições.
Na prática, isso significa que luzinhas passam do branco ao verde na bandeja interativa conforme a criança vai se alimentando. Cada mordida é medida em tempo real e, conforme os alimentos vão sumindo do prato, a informação é transmitida via Bluetooth para um app.
Isso pode reverter a ideia de que não comer gera punições. O raciocínio é: comer gera recompensas.
O Yumit ainda está na fase de protótipo, e a empresa tem planos de se unir a uma incubadora de negócios ou mesmo lançar um crowdfunding.
Você apoiaria?
Fonte: Wired

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.