Cáries de Mamadeira

A doença acomete bebês e está relacionada principalmente à ingestão de leite ou outros líquidos açucarados durante a noite, sem após a realização de higienização da boca. Durante o sono a salivação diminui e a proliferação de micro-organismos na boca aumenta e, consequentemente, o risco de desenvolvimento de cárie também.

Manifestações da cárie de mamadeira:

  • Grande destruição dos dentes de leite, podendo afetar os dentes permanentes
  • Dor
  • Comprometimento da estética, podendo levar a uma baixa autoestima da criança
  • Pode afetar o desenvolvimento da fala

 

Como evitar a cárie de mamadeira:

  • Tirar as mamadas noturnas e, caso elas ocorram, os dentes devem ser devidamente escovados em seguida. No caso dos bebês, a gengiva e a boca devem ser higienizadas com gaze umedecida em água
  • Não oferecer refrigerantes e sucos adoçados
  • Substituir a mamadeira pelo copo
  • Visitar o dentista assim que os dentes começarem a nascer

 

Como identificar a doença?

O surgimento de uma faixa branca no esmalte do dente próximo à gengiva pode ser sinal de descalcificação do dente e início da cárie de mamadeira. Caso observe alguma mancha semelhante, consulte um dentista.

 

O que acontece se a cárie de mamadeira não for tratada?

A criança apresentará dor, deficiência na mastigação, perda precoce dos dentes e isso pode levar à deficiência no desenvolvimento dos arcos dentários, prejudicando a erupção dos dentes permanentes.

 

Responsável Técnica:

Dra. Mariana Campinhos CROSP 92636

RELACIONADOS