Aberto do Brasil reunirá atletas internacionais na Arena Santos

Com a participação de 107 atletas de mais de dez países, será disputado entre os dias 11 e 14 de Setembro o Aberto do Brasil, etapa do Circuito Mundial promovida pela Federação Internacional de Tênis de Mesa, que acontecerá na Arena Santos, no litoral de São Paulo. Todos os principais mesatenistas do país confirmaram presença, como Hugo Calderano, Gustavo Tsuboi, Thiago Monteiro, Lígia Silva, Caroline Kumahara e Lin Gui, que disputaram os Jogos Olímpicos de Londres. Eles entrarão em quadra para as disputas em quatro categorias: masculino e feminino adulta; masculino e feminino sub-21.

Exatos 28 jogadores brasileiros estão inscritos na competição masculina, e outras 14 no feminino. Hugo Calderano e Cazuo Matsumoto, o atual nº 1 das Américas, vencedor do Aberto da Espanha esse ano, além de jovens talentos como Humberto Manhani, Danilo Toma, Eric Jouti e Vitor Ishiy. Entre as mulheres, além de Caroline, Lígia e Lin Gui, destaque também para a talentosa Jessica Yamada, campeã Latino-Americana em 2012, que disputou a Liga Francesa na temporada passada e vem evoluindo muito. O evento conta com o patrocínio do Sistema Unimed e Seguros Unimed.

Hugo Calderano
Hugo Calderano, de apenas 18 anos, acaba de voltar da Olimpíada da Juventude, disputada em Naquim, na China, com uma medalha na bagagem. Ele conquistou o bronze na competição após bater o adversário de Taiwan, um dos principais resultados do Brasil na história do tênis de mesa.
Com a Medalha de bronze nos Jogos Olímpicos da Juventude, Hugo Calderano ganhou posições nas três categorias em que aparece: adulto, sub-21 e sub-18. Entre os adultos, é o 57º melhor mesatenista do mundo, somando 2.162 pontos. Na categoria sub-21, Hugo foi campeão do Aberto do Japão e conquistou a oitava colocação. E, em seu último ano de sub-18, Hugo ocupa a quarta posição no ranking mundial.
Capturar


Tênis de mesa
É o 3º esporte mais praticado no Brasil como lazer, segundo o Atlas do Esporte, sendo jogado por aproximadamente 12 milhões de brasileiros. O esporte, levado à condição olímpica em 1988, trabalha quase todos os grupos musculares do corpo e pode queimar até 300 calorias em 30 minutos durante uma partida.
“O Tênis de mesa corresponde a um esporte completo que desenvolve a coordenação motora, noção de tempo e espaço, equilíbrio, força, velocidade, antecipação, adaptabilidade, precisão, concentração, resistência aeróbia e anaeróbia, dentre outros benefícios”, garante Nelson Machado, coordenador de Talentos Olímpicos da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM).

Dominado pelos chineses, o tênis de mesa é um dos poucos esportes em que o biótipo não conta muito: A chinesa Deng Yaping, quatro medalhas de ouro nas Olimpíadas de Barcelona (92) e Atlanta (96), mede pouco mais de 1,50 m.

O tênis de mesa é conhecido como o esporte com o tipo de bola mais rápida do mundo, sendo o esporte de raquete que mais produz efeito (rotação) na bola. A velocidade alcançada pela bola, após uma cortada de um atleta adulto no tênis de mesa, geralmente supera os 200 km/h.


ABERTO DO BRASIL
11 e 12/Set – Fase Classificatória (14 às 20h)
13 e 14/Set – Fase Final (10 às 21h)
Ao vivo na Arena Santos
:  R. Rangel Pestana, 184 – Santos, SP. (Entrada gratuita)
Ou Acompanhe a fase final pelo canal SporTV, das 18h às 20h30.

RELACIONADOS