5 dicas para lidar (e até exterminar) suas dívidas

É muito comum errar nas compras e se endividar ao final do mês. Nesses casos, criar uma estratégia para voltar aos eixos é o grande desafio. Não se trata apenas de parar de gastar (mesmo porque isso é praticamente impossível), mas sim organizar as despesas de forma inteligente. Veja as dicas.

Utilizar agenda
Mesmo para quem tem ótima memória, utilizar a agenda corretamente pode ser primordial para pagar as contas em dia. Muitas pessoas recebem seus salários duas vezes ao mês. Por isso, separar as dívidas nos dias corretos proporciona uma noção maior do que deve ser pago – e o que ainda pode ser gasto.

Cortar despesas
Eliminar pequenos luxos é primordial para quem quer reter suas despesas. Economizar com alimentação e passeios costuma ser a forma mais simples de corte. Comparar o preço de produtos no supermercado e evitar comer fora de casa pode salvar em torno de 50% de seus gastos.

Não pague o mínimo
Pagar a fatura mínima do cartão de crédito é uma tática que deve ser usada apenas em situações emergenciais. Os juros são altos e podem pesar muito na próxima conta, o que fará o seu problema virar uma bola de neve. Nesses casos, procure parcelar a fatura – os acréscimos são pouco menores. O procedimento também pode desafogar o próximo mês.

Não atrase
Atrasar um dia sequer o pagamento de uma conta também pode incorrer em juros bastante elevados. Por isso, aproveite as ferramentas oferecidas pelos bancos na internet para agendar suas despesas. Assim, não será preciso se preocupar com o dia de pagamento.

Buscar financiamento com juros menor
Se a dívida com cartões de crédito e cheques chegaram a um nível alarmante, uma boa opção pode ser buscar um empréstimo no banco para quitá-los. Para isso, deve-se observar se a taxa de juros compensa.

Banner PGBL

 

RELACIONADOS