Verão: veja algumas dicas e cuidados específicos para essa estação.

Chegou o verão!
Por isso, preparamos um texto fácil com algumas dicas e cuidados que esta estação exige. Boa leitura!

O que acontece com a pele e como mantê-la saudável durante o verão:
Durante o verão a pele está sujeita a uma maior exposição à radiação solar, que eleva os riscos de queimaduras e, com isso, há maior predisposição para o aparecimento do câncer de pele. Portanto, é fundamental intensificar a proteção.

Veja algumas dicas:
- Use sempre protetor solar;
- Vista roupas de algodão, chapéu e óculos escuros. Tecidos de nylon retêm somente 30% da radiação solar e não são recomendados;
- Evite exposição ao sol durante os horários de pico de radiação, que vão das 10h às 16h.

Sobre o protetor solar:
- Use sempre filtro solar com fator de proteção de no mínimo 15 e superior a 30 se o período de exposição for mais longo;
- Reaplique o protetor a cada 2 horas e/ou após cada entrada na água, seja no mar ou piscina;
- Dê preferência aos protetores mais fluidos, pois estes garantem uma melhor distribuição no corpo e, portanto, melhor proteção;
- Se sua pele for negra, saiba que os riscos também existem e que os mesmos cuidados devem ser tomados.

A importância da hidratação:
As temperaturas mais altas exigem um nível de hidratação ainda maior do que o habitual, portanto:
- Beba bastante água ou sucos;
- Dê preferência a uma alimentação baseada em alimentos mais leves e consuma uma maior quantidade de verduras e frutas.

Atenção:
Crianças e idosos exigem cuidados redobrados e, ao realizar exercícios físicos em ar livre, lembre-se de dobrar a ingestão de líquidos.

 

Principais doenças do verão:
Dengue, Zika e Chikungunya:
Por que falar das 3 juntas? Porque estas 3 doenças estão interligadas por terem em comum o mesmo vetor de transmissão: o mosquito Aedes aegypti. E a melhor forma de combatê-las é eliminar o mosquito ainda na sua fase de larvas.
Para isso, é importante saber que o mosquito coloca seus ovos em água parada, principalmente de chuvas e, com a chegada do verão e suas chuvas mais intensas, a atenção para não deixar água parada em pratos, baldes e quaisquer outros recipientes deve ser redobrada. Além disso, calhas e caixas d’água devem ser fechadas e as piscinas devem ser devidamente tratadas com cloro.

Leptospirose:
A Leptospirose é transmitida por urina de ratos e a forma mais comum de contaminação é o contato com água de enchentes. Portanto, evite andar em águas de enchentes sem botas ou nadar nestas águas. Em caso de sintomas como dores pelo corpo ou urina escura, procure um serviço médico imediatamente.

Micoses de pele:
Muito comuns no verão, as micoses de pele se apresentam na forma de lesões avermelhadas e com prurido. Caso perceba alguma lesão com essas características em alguma parte do corpo, saiba que os tratamentos são simples e basta procurar ajuda médica para que a recomendação mais adequada a você seja feita.

Intoxicações alimentares:
Durante o verão, o risco de intoxicações alimentares é ligeiramente maior, pois é mais fácil de haver contaminação dos alimentos por bactérias devido às altas temperaturas. Para evitá-las, lembre-se sempre de guardar os alimentos em ambiente refrigerado e, em caso de vômito ou diarreia, é imprescindível atenção médica imediata.

 

Férias de verão:
É durante o verão que se concentra o maior período de férias do ano e, com isso, o número de viagens aumenta. Caso esteja com uma viagem de carro programada, não se esqueça da importância de se usar o cinto de segurança, tanto motorista quanto passageiros, mesmo no banco de trás.

APROVEITE A ESTAÇÃO!

RELACIONADOS