Será que seu ambiente de trabalho contribui para a sua saúde e bem-estar?

É no trabalho que passamos boa parte da nossa vida. Podem ser escritórios, consultórios, fábricas, lojas, restaurantes, enfim: durante muitas horas por dia estamos em locais que podem contribuir (ou não) para a nossa saúde e bem-estar.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) leva esse assunto muito a sério e tem um plano global para promover a saúde no ambiente de trabalho. O prazo é até 2017.

De acordo com o documento, escritórios “saudáveis” dependem de colaboração mútua em um processo de melhoria contínua das condições de segurança, saúde e bem-estar, incluindo os aspectos psicossociais e culturais que norteiam as empresas.

Devem também contar com o apoio e incentivo dos empregadores para a adoção de um estilo de vida saudável – instalando, por exemplo, bicicletários e vestiários na companhia ou estimulando o uso das escadas como estratégia de combate ao sedentarismo.

Empresas que pensam na qualidade de vida devem ainda participar ativamente da comunidade, melhorando as condições de vida dos trabalhadores, de suas famílias e de outras pessoas que vivam no entorno da corporação ou se relacionem com ela de alguma maneira.

Todas essas recomendações e muitas outras fazem parte de um guia lançado em abril de 2010 chamado Modelo Global para Ambientes de Trabalho Saudáveis. Lá, gestores podem encontrar boas práticas e ferramentas que facilitam os processos do dia a dia e mostram quais são as principais ações para transformar o ambiente profissional.

E você também pode participar ativamente dessa mudança! CLIQUE AQUI e baixe o documento em português.

Fonte: Associação Brasileira de Qualidade de Vida (ABQV) e Oorganização Mundial da Saúde (OMS)

 

RELACIONADOS