Saiba como evitar as alergias respiratórias

O tempo seco e a baixa umidade do ar, comuns com a proximidade da primavera, podem aumentar a incidência de alergias respiratórias. Há vários fatores que podem influenciar, mas a principal causa do problema é o contato direto com micro-organismos e bactérias, como ácaros, fungos e mofo. Por esse motivo, é importante tomar alguns cuidados. Confira:

- Acabe com a poeira: como o pó é o principal causador de alergias, é essencial manter a casa sempre limpa e livre da poeira. Ao fazer a limpeza, esqueça-se da vassoura, pois ela levanta o pó e deixa todas as partículas nocivas em suspensão no ar. A melhor alternativa para limpar a casa é usar o pano úmido enrolado a um rodo e um aspirador de pó.

- Evite a proliferação de ácaros e fungos: mantenha estofados, cortinas, carpetes, toalhas e lençóis sempre lavados e secos. Semanalmente, troque as roupas de cama. Opte por travesseiros de látex ou espuma e prefira lavá-los a seco. Substitua os cobertores por edredons e aposte também nas capas ou protetores antiácaros como método de prevenção.

- Opte pelo piso certo: quem sofre de alergia deve evitar pisos de tacos de madeira e carpetes, pois eles possuem cavidades, acumulam poeira e umidade. Prefira pisos laminados, vinílicos e emborrachados, pois eles são mais fáceis de limpar e não acumulam poeira e micro-organismos nocivos à saúde.

- Cuidados com seu pet: pessoas alérgicas devem manter os animais fora de casa, para manter o ambiente limpo e livre de pelos. Caso você more em um apartamento, a dica é manter a higiene do bichinho em dia com banhos frequentes.

- Aposte nos umidificadores: o umidificador de ar evita o surgimento de problemas respiratórios e alérgicos. Lembrando que ele deve ser utilizado por, no máximo, seis horas diárias para que o ambiente não fique muito úmido.

Deu para perceber que manter a casa limpinha é a principal maneira de evitar alergias, não é mesmo?
Agora é hora de mandar pra longe a preguiça e começar a faxina para manter a sua família livre desse problema tão comum com a chegada da primavera. Mãos à obra!

RELACIONADOS