O que é ou não permitido durante a gravidez

As futuras mamães, principalmente as de primeira viagem, sempre se perguntam o que podem ou não fazer durante a gravidez. De olho nas dúvidas, o Espaço Gestar, ponto de encontro de gestantes para a troca de informações, listou dicas que vão ajudar – e muito – durante esse período único da vida das mulheres, tornando-o descomplicado e uma fonte de bem-estar. Nós também aproveitamos para pesquisar na internet algumas dicas bem originais e certeiras. Confira:

- A primeira dica é no melhor estilo “sabedoria de avó”: aposte no limão, pois ele é um santo remédio para o enjoo. Pode ser uma limonada ou um picolé de limão. Vale até mesmo recorrer a um limão solitário na geladeira naquele momento de desespero. Geralmente funciona!

- Tudo é permitido em termos de alimentação, desde que de modo equilibrado. A dica, segundo especialistas, é consumir mais proteínas, ferro, cálcio e vitamina B9 (que diminui as chances de o feto nascer com problemas neurológicos), e diminuir os alimentos gordurosos.

- Durma o quanto puder. Permita-se relaxar. Porque depois não haverá tempo suficiente para isso. Só daqui a alguns anos (mas há mães que ficam tão apaixonadas pela nova etapa que nem se lembram como é dormir até mais tarde. E tudo bem!)

- Atividade física, sim! A única restrição fica por conta dos esportes de impacto, que exigem grandes esforços. Vale investir em esportes aquáticos neste período, pois ajudam a melhorar a respiração e a circulação. Mas sempre com a orientação do seu médico.

- Não se esqueça das suas necessidades. Se você adora fazer aulas de dança, continue. Se adora gastar horas se maquiando e arrumando o cabelo, também. Se faz verdadeiras maratonas cinéfilas, idem. Você precisa continuar tendo um tempo só seu e manter essa ideia ao longo da maternidade. Não esqueça de que existe uma mulher além da mãe.

- Fumar, jamais! Álcool e café também devem ser evitados, pois, se consumidos em excesso, interferem no crescimento do bebê e aumentam a possibilidade de aborto.

- Mantenha a sua vaidade. Haverá dias em que você se sentirá enjoada, pesada, cansada, sem vontade de fazer nada. Mas levante-se, arrume-se e sinta-se confortável na sua própria pele. A autoestima agradece!

- Pode apostar: muita gente se sentirá no direito de aconselhar sobre tudo. Como vestir e educar seu bebê, como dar de mamar, que babá contratar, não contratar babá, como trocar a fralda, como colocar para dormir, como lidar com as manhas… A lista de possibilidade é infinita. Comece a confiar desde já no seu instinto materno e faça o que considerar mais acertado. As opiniões são sempre válidas, mas você pode e deve construir sua própria ideia de criação de um novo ser. Aposte nisso desde a gravidez e seja uma mãe excelente!

 
Fontes: Espaço Gestar/ Divulgação/ blog Papai, Tá Perdido? (http://eopapai.wordpress.com/2012/12/13/15-coisas-que-toda-gravida-deveria-saber/)

RELACIONADOS