Já pensou se você pudesse tirar quantas férias desejasse por ano? Existe uma empresa na qual isso já acontece

A Virgin, megacorporação controlada pelo multimilionário Richard Branson, parece ter ouvido as preces de todos os funcionários do mundo: férias sempre que necessário. Recentemente, Branson disse a 170 funcionários dos escritórios centrais da companhia, em Londres e Nova York, que eles estão livres para sair de férias quando quiserem, desde que não prejudiquem o negócio. Ou seja, uma vez que você cumprir com suas metas, sinta-se livre para estender a canga em uma praia paradisíaca.

“O trabalho flexível revolucionou os critérios de como, onde e quando fazemos nosso trabalho”, disse Branson, em um comunicado em seu site​. E foi além na provocação: “Se trabalhar das 9h às 17h já não vale, por que as políticas de férias estritas deveriam valer?”​.
Branson copia o modelo da Netflix, que não contabiliza as férias dos colaboradores.​

​Por ora, só uma pequena parcela das 50 mil pessoas que trabalham para a Virgin em todo o mundo poderão usufruir da nova política. Mas, segundo o presidente, se tudo correr bem, as filiais serão estimuladas a seguir esse exemplo. ​

A medida é muito interessante do ponto de vista da motivação. Afinal, não é difícil supor que os objetivos traçados pelos colaboradores serão buscados com mais dedicação e afinco, já que a perspectiva de férias condiz com um trabalho bem realizado, e não com um período estabelecido de maneira fixa. Pessoas motivadas por conquistas possíveis são mais felizes. E pessoas felizes transformam o mundo do trabalho.

​Fonte: El País (http://brasil.elpais.com/brasil/2014/09/25/economia/1411664852_460547.html)

RELACIONADOS