A importância da fonoaudiologia no tratamento ortodôntico

Ortodontista

Especialidade da odontologia que visa a correção dos dentes, estímulo de crescimento e desenvolvimento da face.

Tem como principal objetivo restabelecer a oclusão para a correta mastigação. Quando melhora a mastigação, consequentemente melhora a deglutição, possíveis problemas de respiração e dores em região de ATM.

Fonoaudiólogo

Profissional que atua no sistema auditivo, linguagem oral, escrita, voz, fluência, articulação da fala e do sistema orofacial, miofuncional e de deglutição

 

E qual a importância do trabalho interdisciplinar entre dentistas e fonoaudiólogos?

Atuam no tratamento dos casos em que há necessidade de suspender o hábito de chupar dedo e chupeta; posicionamento de língua; restabelecer e estimular o músculo responsável pela respiração; deglutição; mastigação; fala e respiração.

Como ambos profissionais atuam no sistema estomatognático, o trabalho em conjunto torna-se mais fácil, além de deixar o atendimento integral e humanizado, possibilitando melhores resultados clínicos.

As áreas da odontologia que mais trabalham em conjunto com a fonoaudiologia são Odontopediatria e Ortopedia facial.

Na Ortodontia os profissionais atuam juntos, por exemplo, em casos onde há indicação de cirurgia Ortognática: quando após a cirurgia o paciente fica com dificuldade na adaptação da nova posição das bases ósseas, é onde o fonoaudiólogo entra, com exercícios para auxiliar na fala, mastigação e deglutição. Enquanto o ortodontista faz as correções dentárias necessárias, o fonoaudiólogo já facilitou com os exercícios, não ocasionando uma dificuldade no reposicionamento dos dentes e não ocorrendo recidiva.

Já na especialidade de Odontopediatria, um exemplo é na primeira infância, onde os profissionais atuam juntos auxiliando nos casos em que bebês possuem dificuldade de amamentação. Eles identificam se há formato de freio lingual que esteja gerando a dificuldade. Dependendo do problema, indicam se há necessidade de cirurgia ou se somente exercícios e acompanhamento serão suficientes para que a alimentação através da amamentação aconteça.

 

 

Responsável técnico:

Dra. Roberta Gomes – CRO SP 96621

RELACIONADOS