A importância do creme dental na escovação

Atualmente, todos nós sabemos que uma boa higiene bucal é fundamental, não só para os dentes e boca, como também para todo o corpo. Para tornar essa atividade ainda mais fácil, basta criarmos uma rotina diária, como lavar as mãos e comer, por exemplo. Isso possibilitará mantermos a boca e os dentes sempre limpos. Além da escovação, é importante utilizarmos fio dental, enxaguante bucal e consultarmos regularmente um dentista para a verificação de possíveis anormalidades.

Para a realização mecânica da escovação, devemos utilizar uma escova dental (que possibilite alcançar todos os dentes da boca, independente da marca ou modelo) e uma pasta de dente, também conhecida como creme dental ou dentifrício. Este produto químico, utilizado juntamente com a escova, tem o objetivo de auxiliar na limpeza bucal, retirando manchas, detritos e dificultando a formação da placa bacteriana.

Esses benefícios são possíveis devido aos seguintes componentes:

tabla A importância do creme dental na escovaçãonha flúor em concentração correta, sendo, no mínimo, 1.000 ppm F (MG F/kg).

Outro fator importante é a frequência de escovação, esta deve ser realizada pelo menos três vezes ao dia: ao acordar, após as refeições e a noite antes de dormir. A escovação noturna parece ser a mais eficaz para um melhor controle de cáries. Uma pequena quantidade de creme é suficiente para limpar a boca, desde que a escovação seja bem-feita, porém ele é um fator adicional na prevenção à cárie e não um tratamento isolado.

As crianças podem utilizar o creme dental com flúor normalmente, conforme orientação da ABO (Sociedade Brasileira de Odontopediatria) e do Ministério da Saúde. É recomendado o uso de creme dental convencional com flúor a partir da erupção dos primeiros molares decíduos (em torno de 14 meses), em quantidade equivalente a um grão de arroz cru, e a escovação deve ser realizada pelos pais ou cuidadores, de uma a três vezes por dia. Após os dois anos de idade, a quantidade pode ser aumentada para o equivalente a um grão de ervilha. E apenas quando a criança aprender a cuspir, a quantidade poderá ser a indicada na embalagem do produto.

Lembre-se: mesmo que a criança aprenda a cuspir, é importante ensiná-la que não se deve engolir o creme dental, o que pode ser complicado no início, principalmente se você oferecer pastas com sabores agradáveis. O ideal é que os pais procurem orientação de um odontopediatra para que o profissional avalie as necessidades individuais da criança e determine o tratamento correto, evitando assim o excesso de flúor no futuro (Fluorose).

Siga corretamente as orientações de seu dentista!

Responsáveis Técnicos
Dra. Marila Anaia Gagliardi – CRO SP 77552
Dra. Renata Peixinho – CRO SP 97388

RELACIONADOS