Higiene em prótese dentária

A prótese dentária é indicada para pacientes com perdas dentárias, que podem ser extensas ou unitárias. Para cada caso existe um tipo de prótese adequada para a reabilitação: fixa, parcial removível ou total.

Assim como os dentes naturais, as próteses necessitam de cuidados e higiene. Apenas com simples hábitos de limpeza, é possível a prevenção de doenças e possíveis incômodos, que garantem uma saúde bucal adequada e a longevidade da prótese.

Cada tipo de prótese possui sua particularidade no cuidado e higiene. Vamos a elas:

• PRÓTESES FIXAS

Como o próprio nome já diz, não podem ser removidas da boca. O cuidado de higiene é o mesmo realizado nos dentes naturais, porém, de uma forma específica.

O uso do fio-dental deverá ser realizado com o auxílio de um Passa Fio. Em seguida, a escovação, com pasta e escova de dente (lembre-se sempre: estas deverão ser de cerdas macias).

Pode-se também associar o uso de escovas interdentais – no caso de próteses extensas -, e enxaguatório bucal.

• PRÓTESES REMOVÍVEIS

São próteses que podem e devem ser removidas da boca. Sendo assim, há o cuidado de higiene da prótese e o da cavidade bucal.

O primeiro cuidado que se deve ter, no momento da higienização, é a preparação do local onde será realizado. O ideal é que seja feita na pia do banheiro. Coloque uma tampa no ralo da pia e encha com um pouco de água. Deixe, também sobre a pia, uma toalha. Com isso, no caso de uma possível queda, a prótese será amortecida e não será danificada.

Recomenda-se o uso de escovas específicas para prótese e de sabonete neutro ou pasta de dente não abrasiva. Evitar o uso de água morna ou quente.

Deve-se limpar a parte que fica em contato com a gengiva e a parte dos dentes artificiais.

Como já mencionado, as próteses removíveis podem ser parciais ou totais. Os cuidados são parecidos:

- No uso de Prótese Parcial Removível: quando há dentes naturais na boca, deve-se prosseguir com a higienização dos mesmos (fio dental, escova com pasta de dente e enxaguatório bucal).
- No caso de Prótese Total: quando não há dentes naturais na boca, deve-se higienizar, com escova e pasta de dente, o “céu da boca”, as bochechas, a língua e toda a área onde a prótese fica apoiada.
Para um maior conforto, a prótese deverá ser removida da boca à noite, na hora de dormir. Ela deverá ficar imersa em um recipiente com água para que não haja deformação do material. E, quando houver a necessidade de ser removida por um período, também deverá ficar imersa.

O uso de um agente químico para auxílio da limpeza é indicado. Eles podem ser encontrados facilmente em farmácias como pastilhas efervescentes ou pó para diluição em água.

A higienização deve ser realizada sempre ao acordar, após as refeições e antes de dormir!

Responsáveis Técnicos:
Dra. Marila Anaia Gagliardi – CRO SP 77552
Dra. Renata Peixinho – CRO SP 97388

RELACIONADOS