Frenulectomia – Indicações para remoção

Os freios são pequenas pregas de tecido presentes na boca e a remoção destes é chamada de Frenulectomia (ou Frenulotomia). Existem dois tipos de freios em nossa boca

> Freio Labial, que fica na região anterior e superior;

> Freio Lingual, posicionado na região inferior e embaixo da língua. Quando o freio lingual é curto, ele causa um problema conhecido como Língua Presa.

Por razões desconhecidas, esses freios podem ter tamanhos e inserções variadas e ocasionar algum tipo de problema fonético, estético e/ou funcional, sendo, portanto, necessário removê-los.

Essas variações prejudicam a fala, a respiração, a mastigação e, além disso, causam diastema dental (espaço entre os dentes da frente). Podem interferir na adaptação de próteses totais, tracionamento gengival, dificultam o tratamento com aparelhos ortodônticos e limitam movimentos da língua e lábios.

Em recém-nascidos, a alteração no freio lingual dificulta a sucção, o que pode prejudicar a amamentação, logo, deve ser diagnosticado e tratado o mais breve possível, não interferindo, assim, no desenvolvimento e ganho de peso do bebê.

A remoção do freio é simples e deve ser realizada pelo cirurgião dentista, se identificada a necessidade. O procedimento é feito no consultório odontológico com anestesia local, pois é uma cirurgia que não apresenta riscos, não há complicações, apenas o cuidado com o sangramento após a realização da cirurgia.

É um tratamento que pode ser indicado para todas as idades e a recuperação ocorre em um dia.

Responsáveis Técnicos:
Dra. Marila Anaia de Brito Gagliardi – CRO SP 77552
Dra. Renata Peixinho – CRO SP 97388

 

RELACIONADOS