Saiba como diminuir gastos ao abrir seu primeiro negócio

Diante da crise e da alta taxa de desemprego, muitos brasileiros têm visto no empreendedorismo uma forma de se manter. Para quem nunca empreendeu, é preciso tomar alguns cuidados para não se endividar. Confira mais dicas a seguir:

Coworking: os escritórios de coworking são uma ótima opção para quem está começando. Geralmente, esses lugares já oferecem estrutura de trabalho, com internet e sala de reunião, e cobram individualmente e por hora. Além de tudo, não existe aquela burocracia toda caso seja preciso devolver o espaço alugado, pintá-lo, etc.

Aluguel:
esse é um dos maiores gastos fixos de uma jovem empresa. Não adianta alugar um espaço incrível apostando em um lucro incerto. É preciso lembrar ainda que, além do aluguel, será preciso bancar os custos com o condomínio, IPTU, luz, água, internet, limpeza e manutenção. O ideal é comparar os bairros, avaliar se será preciso receber clientes ou não, fazer as contas e não decidir de forma instantânea, já que esta será uma despesa fixa mensal e alta.

Funcionários: avalie se você precisa de funcionários fixos ou se valeria mais a pena realizar parcerias ou contratar freelas. Todos esses detalhes irão afetar as suas despesas mensais.

Micro Empreendedor Individual: caso precise emitir nota fiscal, qual a sua receita anual ou expectativa de receita? Se o valor não ultrapassar os R$ 60 mil (para 2018 deve passar para R$ 81 mil), abrir um MEI pode ser muito vantajoso, já que uma Micro Empresa gera uma série de gastos maiores, que vão de contador a impostos mais elevados e tarifas na conta pessoa jurídica. Portanto, um passo de cada vez.

Móveis: na hora de comprar os móveis, avalie com calma e pesquise bastante. Uma mesma mesa que pode custar R$2000 em uma loja do shopping, pode ser encontrada a R$500 em um site de usados. Confira também os outlets e saldões de fábrica.

Marketing: use as redes sociais para divulgar seus produtos e serviços. Há diversas ferramentas gratuitas e as principais redes sociais, como Facebook e Instagram possuem plataformas para empresas super intuitivas. Se você não tiver nenhuma familiaridade com a ferramenta, contrate alguém que saiba. Um único investimento pode economizar muito dinheiro em publicidade.

Copa: seja no seu espaço ou em um coworking, ter acesso a uma copa, com microondas e geladeira, pode poupar grandes gastos, seja para você ou seus funcionários caso eles existam. Por isso, procure se certificar se no lugar escolhido há esse tipo de coisa. É um investimento, acredite.

Com todas essas dicas, fica mais fácil acertar o orçamento no seu primeiro negócio. Por fim, procure colocar os números na mesa e avaliar suas metas e objetivos para que a aventura de empreender não cause prejuízo no lugar de lucro. Bons negócios e sucesso!

RELACIONADOS