Devin Kohlman, o garoto que fez o Natal chegar mais cedo

É muito legal quando deparamos com histórias de pessoas proporcionando momentos felizes aos outros.

Devin Kohlman, um menino de 13 anos, perdeu a batalha para o câncer no cérebro contra o qual lutava desde 2012. Quando informado de que não teria muito tempo de vida, o menino fez um último pedido à sua mãe: queria voltar para a sua cidade, ficar com as pessoas queridas e celebrar sua data favorita: o Natal.

O pedido foi feito em outubro, e o menino só tinha no máximo duas semanas de vida. Então, o treinador de baseball de Devin, Alejandro Zapata, mobilizou centenas de moradores da cidade para realizar o desejo do garoto. Em questão de minutos, dezenas de pessoas estavam antecipando o Natal em Port Clinton.

Trouxeram um pinheiro enorme, a decoração oficial da cidade foi fornecida. Mas cada um contribuiu com seus arranjos, seus enfeites e, principalmente, com a disposição para decorar um pedaço especial da cidade: o pedaço que o Devin pode ver da janela dele.

Fizeram até nevar na janela do Devin. O quarteirão foi isolado. E, naquele mesmo dia, 28 de outubro, chegou o Natal.

 

 

Natal mais cedo 4 600x400 Devin Kohlman, o garoto que fez o Natal chegar mais cedo

Natal mais cedo 3 533x400 Devin Kohlman, o garoto que fez o Natal chegar mais cedo

Natal mais cedo2 600x337 Devin Kohlman, o garoto que fez o Natal chegar mais cedo

Natal mais cedo1 570x400 Devin Kohlman, o garoto que fez o Natal chegar mais cedo

 

 

 

RELACIONADOS