As crianças também se beneficiam dos esportes. Saiba como

Aprender a fazer amigos, a seguir regras, a colaborar e a ter bons hábitos são apenas algumas das vantagens em incentivar os pequenos a praticarem esportes. A maior delas é abrir portas para o desenvolvimento físico e emocional.

Porém, é preciso respeitar os limites de cada idade. A criança deve gostar do esporte, que precisa ser visto como um momento de lazer, e não uma obrigação. Afinal, o objetivo não é criar um pequeno atleta, certo?

As capacidades e as habilidades motoras da criança também devem ser levadas em conta na hora de escolher uma modalidade. Uma boa conversa com o professor de educação física da escola pode ajudar.

A faixa etária que permite a introdução do esporte na vida da criança é entre quatro e seis anos. O contato deve começar de modo prazeroso, como uma brincadeira. Correr, pular e pedalar, em grupo, devem estar em foco, pensando na socialização e na diversão.

O ideal é que os pequenos possam descobrir várias práticas, sem necessariamente escolher um único esporte.
A partir dos oito anos, a criança já pode escolher em qual modalidade prefere seguir, de acordo com suas habilidades, vontade e preferências.

Incentive o seu filho a se movimentar! É uma das melhores maneiras de vê-lo feliz e combater o sedentarismo desde cedo.

Fonte: Guia Infantil

RELACIONADOS