Como uma campanha para lavar as mãos mudou a realidade de comunidades rurais da Índia - Blog da Seguros Unimed - Blog da Seguros Unimed

Como uma campanha para lavar as mãos mudou a realidade de comunidades rurais da Índia

Diarreia e infecções respiratórias são os principais fatores que levam crianças à morte no mundo todo. Lavar as mãos com sabão poderia reduzir (e muito) esses problemas, mas acontece que é rara a higienização correta das mãos, sobretudo em países menos desenvolvidos.

Como melhorar a situação? Alguns pesquisadores publicaram no periódico científico “The Lancet” os achados de uma intervenção bem interessante em aldeias com centenas e até milhares de moradores localizadas em Chittoor, área rural da Índia. Eles decidiram usar o apelo emocional, em vez do acesso mais cru à informação, para estimular os moradores a lavar as mãos.

Desenhos animados e esquetes fizeram parte da estratégia adotada pelos pesquisadores. Os resultados foram medidos em 20 a 25 casas por vila, por observação direta, e em visitas de acompanhamento (seis semanas, seis meses e 12 meses após a intervenção).

Os observadores não tiveram participação na intervenção, e os pesquisadores disseram a eles e aos moradores que o estudo era sobre o uso doméstico da água.

O que eles descobriram: lavar as mãos com sabão se tornou mais frequente entre os habitantes que participaram da intervenção, com um aumento de 19% seis semanas depois, contra 4% entre as famílias que não participaram da ação.

Seis meses depois, o percentual era de 37% versus 6%. Um ano depois, ambos os percentuais eram de 29%. Isso mostra que não só lavar as mãos pode ter se tornado um hábito graças à estratégia emocional adotada, como existe um alto poder de influência na comunidade. Boa notícia, não?

 

Fonte: The Lancet

RELACIONADOS