Como evitar as compras por impulso

Pagamento facilitado com parcelamento a perder de vista. Descontos especiais para conveniados. Crediário próprio. Liquidação. São muitas as tentações para os consumidores ávidos por compras. Fugir das armadilhas do consumo por impulso é muito difícil, mas não impossível. Mas para funcionar, você precisa sempre se perguntar o que está fazendo ali, diante daquela peça de roupa irresistível. Ou daquele móvel que parece feito para você. Ou ainda da viagem que você tanto queria. Será que é a hora?

Preciso mesmo disso?
Avaliar a real necessidade do objeto é o primeiro passo para saber se a compra vale a pena. Caso a resposta for sim, procure preços mais baixos e pechinche.

Cabe no meu orçamento?
A ilusão do parcelamento compromete nossa capacidade de avaliação. Analise o impacto do valor total sobre seus próximos vencimentos e necessidades de compra.

Posso esperar?
Se a compra não for urgente, você tem tempo para avaliar a real necessidade dela e ainda pode considerar seu planejamento como um todo, sem afobação.

Quais são minhas prioridades?
Quando você tem planos, sabe exatamente do que precisa e o que pode e não pode fazer para conseguir realizá-los. Mantenha eles na mente.

Com dicas simples e força de vontade, você consegue conquistar seus objetivos. Claro que não é preciso sofrer e deixar de fazer coisas que dão prazer e custam um pouco. Trata-se de saber equilibrar.

RELACIONADOS