Como criar uma cultura de educação financeira em família

O aumento da família pode significar aumentar os gastos, mas também é uma excelente oportunidade para implantar um planejamento financeiro.

A seguir, algumas dicas que podem ajudá-lo nessa missão. Confira!

 

1 – Convoque reuniões:
O hábito de conversar sobre finanças permite avaliar com calma as metas financeiras e como alcançá-las em conjunto. Por exemplo, se têm em vista uma viagem para a Disney, estabeleçam metas de economia mensal até ser possível comprar as passagens e pagar outras despesas.

2 – Controle:
Somem tudo, receitas, despesas e dívidas. Entendam para onde vai o dinheiro, se algo poderia mudar para melhor e como.

3 – Lide com metas:
Vale avaliar se estão progredindo para a realização de objetivos conjuntos, se eles ainda são importantes ou se devem existir outras prioridades. Mudar o rumo é saudável.

4 – Saiba quais são os pontos fracos:
Algumas perguntas podem ajudar a fugir de armadilhas financeiras. Por exemplo: existem dívidas demais? As fontes de renda são seguras? A renda mensal é suficiente para viver e acumular renda? A partir daí, é possível elaborar estratégias eficazes.

5 – Saiba dividir:
Avaliem sempre se a divisão de responsabilidades está funcionando ou se alguém está sobrecarregado. É importante evitar o mal-estar para que o plano financeiro funcione no longo prazo.

 

Conheça o plano de previdência Uni+Prev Educação:

BannerSU 02 Como criar uma cultura de educação financeira em família

Fonte: Finanças Práticas 

RELACIONADOS